Aprenda a identificar a raça de um cachorro por suas características

7 minutos para ler

A diversidade canina nos surpreende, não é mesmo? A seleção de cães se deu por diferentes características físicas e personalidades que atendessem as necessidades e os desejos dos homens. Isso resultou em mais de 400 variedades desses animais, o que pode gerar muita confusão, até mesmo entre os entendidos do assunto.

Para quem deseja abrir um canil e iniciar a atividade de criação profissional, aprender como identificar a raça de um cachorro é primordial. Pra isso, é preciso estar atento a alguns atributos-chave como porte, formato do focinho, orelhas e cauda, bem como indícios de seu temperamento.

Você sabe, por exemplo, diferenciar um Shih-Tzu de um Lhasa Apso ou um Bulldog Francês do Bulldog Inglês? Em caso negativo, continue conosco e saiba o que é importante saber para identificar as raças dos cachorros!

Quais características observar para identificar a raça de um cachorro?

Os animais caninos são classificados por meio de seus padrões físicos e comportamentais. Sendo assim, as categorias são divididas de acordo com a linhagem, a sua função e sua morfologia. Portanto, conseguir reconhecer o grupo a qual pertence determinado cão, limitando as possibilidades de raças, já é um bom começo.

Muito bem, mas quais são, afinal, as características que devem ser observadas para identificar a raça de um cachorro? Veja, a seguir, algumas de nossas dicas:

Tamanho e peso

Se o cão já é adulto, observe o porte em que ele se enquadra. Basicamente, existem três grupos:

  • porte pequeno: o peso varia de 6 a 15 kg, e a altura varia de 28 a 35 cm em média;
  • porte médio: de 16 a 25 kg, medindo de 36 a 49 cm;
  • porte grande: pesam entre 26 e 45 kg e medem de 50 a 69 cm de altura.

Ainda há as raças miniaturas (cujos cães pesam de 1 a 6 kg e têm, no máximo, 28 cm), como Poodle Toy, Chihuahua e Papillon; e os cães gigantes (cujos representantes pesam entre 45 e 60 kg e têm altura acima de 70 cm do chão até a cernelha) como o Dogue Alemão, o Cane Corso e o São Bernardo. 

Orelhas

Há em torno de 12 tipos diferentes de formatos de orelhas de cães e diversas raças podem ser diferenciadas por elas. Observe, então, seu tamanho, forma e posição na cabeça. O Welsh Corgi Cardigan e o Chihuahua, por exemplo, têm orelhas eretas, grandes e desproporcionais em relação ao tamanho da cabeça.

O Husky Siberiano e o Pastor Alemão apresentam orelhas eretas, pequenas, triangulares e bem posicionadas em cima da cabeça. Já o Basset Hound e o Beagle têm orelhas grandes, caídas rente à face e arredondadas nas pontas.

Cabeça e focinho

O formato da cabeça, bem como o comprimento do focinho indicam muitas linhagens de cachorros. Os três tipos básicos de crânio são os seguintes:

  • dolicocéfalos: a cabeça é longa e o focinho é comprido. Exemplos: Border Collie, Dobermann e Afghan Hound;
  • mesocéfalo ou mesaticéfalo: a cabeça tem medidas mais proporcionais e o focinho é médio. Exemplos: Beagle, Rottweiler e Pointer Inglês;
  • braquicéfalo: são os crânios curtos e largos, com o focinho bem curto e achatado. Exemplos: Pug, Bulldog Inglês e Pequinês.

Ainda, os crânios podem ser observados e classificados em côncavos (como é o caso do Pointer Inglês) ou convexos (com o rosto curvado para fora, como acontece no Bull Terrier).

Cauda

Preste atenção no formato e na posição da cauda. Caudas enroladas e bem posicionadas em cima do corpo são encontradas em Pugs, Chow Chow e Akitas, por exemplo. Já o Pastor Alemão, o Mastiff Inglês e o Labrador têm a cauda longa e voltada para baixo, enquanto caudas curtas são características do Pastor Australiano e do Welsh Corgi Cardigan.

Pelagem

A pelagem dos cachorros também dá indícios de sua raça. Observe o comprimento do pelo (curto ou longo), a textura (áspero, liso ou ondulado), a presença de dupla pelagem, as cores e os possíveis padrões (pintas e manchas).

Pense, por exemplo, nas diferenças entre a pelagem de um Sheepdog, Dálmata, Afghan Hound e Lulu da Pomerânia

Quais as raças causam mais confusão e como diferenciá-las?

Diferentes tipos de cruzamentos são realizados pelos criadores para selecionar e fixar as características desejadas em uma raça, tornando-as bastante peculiares. Contudo, algumas raças são famosas justamente por serem semelhantes e causarem muita confusão. Veja alguns desses casos.

Lhasa Apso e Shih-Tzu

O porte pequeno, a pelagem longa, o padrão de cores parecido e o focinho curto confunde muita gente. Ambas as raças são bastante antigas e acredita-se que o Shih-Tzu tenha surgido da cruza entre Lhasa Apso com Pequinês.

O Lhasa Apso tem o focinho menos achatado que o Shih-Tzu, seus olhos são menos saltados, o pelo é mais pesado e de textura mais áspera. Além disso, é mais desconfiado, mais independente e barulhento. Já o Shih-Tzu tende a latir menos, gostar mais de colo e a apresentar o pelo mais fino e ligeiramente ondulado. 

A pelagem unicolor é mais comum no Lhasa Apso, enquanto o Shih-Tzu apresenta manchas na cauda e na testa.

Bulldog Francês e Bulldog Inglês

As duas linhagens têm a mesma origem, mas o Bulldog Francês surgiu após cruzamentos realizados na França.

O Bulldog Inglês é mais musculoso e robusto, pesando entre 20 e 25 kg. A face é enrugada nas laterais da cabeça, no focinho e na testa e os olhos são caídos. Como são bastante pesados, tendem a serem um pouco preguiçosos.

O Bulldog Francês é leve, bastante ativo e pequeno, pesando em média de 8 a 14 kg. As rugas na face se concentram no focinho e os olhos são bem arredondados. Além disso, as orelhas do Bulldog Francês são características por serem grandes (lembram as orelhas de um morcego), enquanto as do Bolldog Inglês são menores e mais baixas.

Shiba Inu e Akita

Essas duas raças são muito confundidas quando filhotes. Quando adultas, o tamanho é a principal diferença entre elas. São duas das mais antigas raças do mundo e ambas têm origem japonesa.

O Shiba Inu é mais baixo, apresentando 40 cm de altura, em média, e pesando no máximo 11 kg. Ele também apresenta um comportamento mais teimoso e agitado. O Akita é mais alto, tem até 67 cm de altura e pesa até 59 kg. Sua personalidade é mais tranquila e também é mais desconfiado com estranhos.

Se o cachorro for totalmente branco, é um Akita, já que o Shiba Inu não apresenta esse padrão de cor nos pelos.

A diversidade de raças de cães é algo que impressiona, não é mesmo? Ao longo dos anos, os criadores promoveram diversos cruzamentos entre diferentes linhagens para chegarem aos padrões conhecidos de hoje. Algumas ainda são bastante semelhantes, mas basta prestar atenção a alguns detalhes para saber como identificar a raça de um cachorro.

Gostou da leitura? Nosso artigo trouxe informações interessantes para você? Então assine a nossa newsletter e receba, com exclusividade, mais conteúdos relevantes como este, diretamente na sua caixa de entrada!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-