Conheça a história e as principais características do Chow Chow!

4 minutos para ler

Em alguns momentos ele lembra um leão, em outros um urso. Sua língua — para estranheza de muitos — é azul! Sim, estamos falando do Chow Chow, que é pura fofura e também conhecido como um dos cães mais exóticos e bonitos do mundo.

Não há lugar que esse belo cachorro passe e não chame atenção, principalmente por sua imponência e pelagem abundante. Seu temperamento é forte e reservado, mas bastante companheiro. Essas são algumas características marcantes do Chow Chow.

Que tal saber mais sobre essa interessante raça chinesa? Continue com a leitura e confira!

Origem da raça

Sua origem é chinesa e apontada como uma das mais antigas, apesar de existirem especulações dizendo que a raça é fruto de um cruzamento entre o spitz e o mastim tibetano.

O Chow Chow era muito útil na China do século VII, quando participava de algumas atividades, como cão de guarda e na tração — muito utilizada pelos camponeses. Outro uso comum da raça era para as conhecidas rinhas, como cão de briga.

A raça foi introduzida no ocidente pelos navegantes chineses, por ocasião do comércio entre a China e a Inglaterra, no século XIX. Sua primeira aparição nos EUA ocorreu em 1980, mas a raça só foi reconhecida pelo American Kennel Club (AKC) em 1903.

Personalidade e características do Chow Chow

Chow Chows, na sua maioria, não são cães sociáveis. Por sua tendência a serem independentes, alguns apresentam certa teimosia. Geralmente, são indiferentes com estranhos e podem demonstrar agressividade com outros cães.

Por isso, é aconselhável que desde filhotes recebam treinamentos de socialização, tanto com outros animais como com pessoas em geral.

São animais inteligentes, mas devido seu temperamento, o adestramento pode ser um desafio. Entretanto, é muito aconselhável, já que se trata de uma raça de forte personalidade e não muito sociável.

O adestramento desde filhote o fará conviver melhor com outros cães, com pessoas em geral e para conter a tendência de guarda que os tornam agressivos.

Cuidados com a raça Chow Chow

Os cuidados com o Chow Chow começam pela pelagem que é muito farta. Sendo assim, a raça requer uma escovação de duas a três vezes por semana. O banho é outro momento que requer atenção, em especial à secagem que deve ser bem-feita para evitar o surgimento de fungos.

Além disso, o cão dessa raça requer também atenção em relação aos olhos, uma vez que são propensos à irritação nas pálpebras, conhecida por entrópio. O dono deve ter o cuidado de limpar diariamente os olhos de seu amigo peludo com gaze e soro fisiológico.

Até os seis meses, a alimentação deve ser de 4 a 5 vezes ao dia. Após isso, a orientação é que se diminua a frequência até limitá-la a 2 porções diárias e seguir assim pela vida adulta. A quantidade, por sua vez, pode variar de 90 a 320 gramas para filhotes e 230 a 295 gramas para adultos dependendo de suas necessidades. 

Como a maioria dos cães, o Chow Chow necessita de exercícios de, pelo menos, duas vezes por dia durante o tempo de 15 minutos. No mais, é contar sempre com a ajuda de um veterinário de confiança para visitas periódicas.

Como você conferiu neste artigo, o cão da raça Chow Chow é lindo, exótico e conta com características bem interessantes, no entanto necessita de muitos cuidados e bastante atenção por parte do tutor. 

Gostou deste post sobre as características do Chow Chow? Leia, então, também o texto que fizemos sobre outra raça fascinante de cão!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-