Quais são as principais características do Dobermann?

4 minutos para ler

Quem vê cara não vê coração. Esse velho ditado popular combina com perfeição com os cães da raça Dobermann. O corpo robusto, o jeito imponente e a feição séria escondem uma personalidade afetuosa, protetora e muito leal. Como se não bastasse, outra característica do Dobermann é sua inteligência, o que faz desses belíssimos animais excelentes cães de guarda.

Mas não é somente isso que define a raça: a silhueta bem delineada, o estado de alerta corajoso e as habilidades desse cachorro o mantiveram no topo das exposições e tornaram a raça a segunda mais popular dos Estados Unidos em 1977.

Continue a leitura para saber mais sobre as características do Dobermann!

A história da raça Dobermann

Essa raça, relativamente nova, é a única que leva o nome do seu criador, Karl Friedrich Louis Dobermann. No final do século XIX, por volta de 1870, o cobrador de impostos, também habilitado a recolher os cães de rua, iniciou cruzamentos em busca de um cão protetor. Do seu canil, ele escolheu os cachorros particularmente agressivos — os “cães de açougueiros”.

Tipos antigos de Rottweiler, Pastor Alemão e Pinscher Alemão foram os primeiros cruzamentos. O aprimoramento da raça evoluiu rapidamente com cruzamentos com Manchester Terrier, Weimaraner e Greyhound, e o resultado foi um cão alerta, trabalhador e altamente protetor da casa e da família.

O criador morreu antes de ver seu trabalho reconhecido, porém, em 1899, a raça receberia seu nome como homenagem e teria seu primeiro clube fundado.

O temperamento do Dobermann

A mistura de raças que deu origem ao Dobermann resultou em cães muito inteligentes — hoje, ocupam a 5ª colocação no ranking de raças —, corajosos, atentos, alertas, confiáveis e com enorme instinto protetor. Essas características, somadas à sua obediência, fizeram a raça ser amplamente utilizada na formação de cães policiais.

Contudo, a personalidade tranquila faz do Dobermann um excelente companheiro, leal e afetuoso, bom guardião de toda a família. Apresentam um temperamento firme e estável e são bastante obedientes, se adestrados desde cedo. Necessitam de grande espaço para dissipar seu vigor e sua energia e precisam ter contato com as pessoas do lar.

As características físicas do Dobermann

O Dobermann tem porte médio, constituição forte e musculosa, mas, ainda assim, elegante. Os machos têm de 68 a 72 cm de altura na cernelha e pesam em torno de 40 a 45 kg, enquanto as fêmeas medem 63 a 68 cm e pesam cerca de 35 a 40 kg. A linha do focinho se desenvolve quase reta, o pescoço é musculoso e ereto e a cernelha, pronunciada em altura e comprimento, tem uma linha ascendente em relação à garupa.

A prática de cortar a cauda e as orelhas (para mantê-las eretas) é antiga e, atualmente, ilegal em muitos países. Cabe ressaltar que o estado natural das orelhas (inseridas no ponto mais alto do crânio e caídas rentes às bochechas) e da cauda (alta numa curva suave) não afeta o padrão de excelência da raça.

O pelo é curto, espesso, duro, liso, bem assentado e igualmente distribuído pelo corpo. O Dobermann é criado em duas variedades de cor: preta ou marrom. Ambas apresentam marcações vermelho-ferrugem claramente definidas, localizadas sobre o focinho e em regiões como olhos, bochechas, antepeito, patas, face interna das coxas e sob a cauda.

As formas de se cuidar de um Dobermann

O Dobermann tem um limiar médio de excitação e é bastante ativo, por isso, precisa de exercícios vigorosos (físicos e mentais) para que se satisfaça. Longas corridas em locais seguros são o ideal. Caso suas necessidades não sejam atendidas, pode se sentir frustrado e se tornar destrutivo. Eles são cães de guarda mais eficientes e companheiros mais fiéis se puderem compartilhar o lar e os bons momentos em família. Os cuidados com a pelagem são mínimos.

Para quem deseja criar um canil para essa raça, é fundamental ter em mente que as características do Dobermann são particulares, assim como em cada raça de cachorro. Cada uma requer cuidados especiais, tanto com a saúde física quanto com a mental.

Gostou do nosso artigo? Curta nossa página no Facebook e acompanhe de perto todas as nossas atualizações. Esperamos por você!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-