Como eliminar pulgas e carrapatos? Acabe com o problema de vez!

4 minutos para ler

Uma coceira de vez em quando é normal, mas quando os cachorros começam a se coçar com frequência, é sinal de que alguma coisa pode não estar em equilíbrio. Para quem administra um canil, é crucial saber como eliminar pulgas e carrapatos para que a situação não saia do controle. Isso porque, além do desconforto causado pelas picadas, os ectoparasitas transmitem doenças aos cães.

Nesse cenário, é comum que eles desenvolvam dermatite alérgica à picada de ectoparasitas (DAPE), além de estarem suscetíveis à contaminação por vermes, bactérias, protozoários e vírus, transmitidos por pulgas e carrapatos.

A Erliquiose e a Babesiose — ou doenças do carrapato — são enfermidades graves, pois atacam os glóbulos brancos e vermelhos do sangue, levando os cães a um quadro de anemia ou vulnerabilidade do sistema imunológico. 

Por isso, para que você saiba como eliminar pulgas e carrapatos e mantenha seus cães saudáveis, elaboramos este post com algumas dicas preciosas. Confira!

Dê um banho nos cachorros

Para começar, dê um bom banho nos seus cães — em todos eles, mesmo os que não aparentam ter ectoparasitas. Procure usar xampus ou sabonetes específicos para cães e para eliminar pulgas e carrapatos. Eles costumam ter efeito imediato e você soluciona parte do problema.

Depois do banho, é importante verificar os cães e remover manualmente os parasitas que permanecerem nos pelos. Use luvas e pinça e coloque as pulgas e carrapatos em álcool absoluto, assim você os elimina imediatamente e não corre risco de reinfecção.

Aplique remédios específicos para o parasita

Em pet shops e mercados específicos de produtos para animais você encontra com facilidade produtos para combater o problema. São eles:

  • sprays e pipetas: são aplicados sobre a pele e o efeito dura cerca de um mês. Procure ministrar o produto em locais que os cães não consigam lamber, como a cernelha. Se for usar spray, lembre-se de proteger os olhos e o focinho do cão;
  • coleiras: a substância contida na coleira se espalha pelo corpo dos cães por meio da oleosidade da sua pele e o seu efeito perdura alguns meses;
  • comprimidos: esses medicamentos atuam na corrente sanguínea dos cães, então, as pulgas e os carrapatos morrem no momento em que picam os cachorros. Seus efeitos costumam durar entre 4 e 12 semanas.

Você pode, ainda, combinar o uso desses itens e procurar medicamentos de amplo espectro, para eliminar pulgas e carrapatos ao mesmo tempo.

Higienize o canil

É crucial fazer uma higienização e desinfestação no canil e em todos os lugares que os cães costumam ficar. Isso porque os parasitas adultos que enxergamos são apenas a ponta do iceberg. Seus ovos, larvas e pupas permanecem no ambiente e completam seus ciclos de vida ali.

Para você ter uma ideia, uma pulga pode depositar até 50 ovos por dia no cão, mas seus ovos caem no solo até que se transformem em pulgas jovens e voltem para o hospedeiro. Além disso, os ectoparasitas são bastante resistentes e vivem muito tempo livres no ambiente.

Então, capriche na limpeza do canil, camas e roupas que os cães usem. Aspire os locais e use pesticidas para eliminar ovos imaturos das pulgas e carrapatos. É de suma importância ter mais cuidado na primavera e verão, pois são épocas de temperatura e umidade elevada, o que proporciona que esses animais se reproduzem mais.

Consulte um veterinário

Se você continua com dificuldades para eliminar as pulgas e os carrapatos de seus cães, procure um veterinário para ter indicações de produtos específicos. Além disso, ele pode solicitar alguns exames de sangue para certificar que seus cães estão livres de doenças.

Não há mistério para eliminar pulgas e carrapatos. Você apenas precisa ser persistente e não subestimar a resistência dos ectoparasitas.

A prevenção é sempre o melhor caminho, por isso, após esse tratamento, mantenha a limpeza do local sempre em dia. Dessa forma, você mantém intactas a saúde e bem-estar dos seus cães e a imagem do canil!

Tem alguma outra dica para se livrar de pulgas e carrapatos? Comente o post e compartilhe seu conhecimento conosco!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-