Como controlar o estoque de ração? Veja 4 dicas!

3 minutos para ler

Fazer o controle de estoque de ração é um dos pontos mais importantes na gestão de um canil. Afinal, a alimentação é um custo fixo e cuidar bem dela envolve questões que incluem economia para o criador e também garantia de saúde dos animais.

Pensando nisso, neste post, reunimos quatro dicas para que você aprenda como administrar melhor o seu estoque de ração. Vamos lá?

1. Cheque a embalagem no ato da entrega

Geralmente, devido à grande quantidade, os sacos de ração são entregues no canil após solicitação ao fornecedor, mas também podem ser adquiridos diretamente na loja caso a sua empresa seja menor ou você prefira retirar o produto pessoalmente.

Independentemente da situação, é fundamental que você verifique, no ato, a condição das embalagens. Elas devem estar íntegras e sem violação, como rasgos ou furos, para garantir a qualidade da ração. Caso contrário, a troca pode ser solicitada imediatamente e você não terá problemas com isso.

2. Faça o condicionamento adequado

Armazenar a ração adquirida em um lugar limpo, seco e isolado — para evitar a entrada de insetos, aves e roedores — é um fator muito importante no controle de estoque de ração para preservar o alimento dos cães.

Os sacos podem ser guardados em pilhas, no entanto, o de baixo não pode ficar em contato direto com o chão, para evitar a absorção de umidade. Por isso, utilize pallets de madeira ou plástico para mantê-los longe do solo.

3. Utilize potes fechados para guardar a ração

Após aberta, a ração deve ser acondicionada em potes limpos e com tampa. Assim, é possível evitar também que insetos, aves e roedores tenham acesso ao alimento, o que é um risco sério de contaminação e doenças.

Caso o canil utilize diferentes tipos de ração, é recomendado identificar o exterior dos potes para que você não se confunda na hora de encher os comedouros.

Uma vez aberto, o correto é que o alimento seja consumido, no máximo, em 30 dias. Portanto, é essencial conhecer a média de consumo mensal dos seus cães para que a ração não seja perdida.

4. Encha os potinhos de ração de forma controlada

O alimento deve ser oferecido aos animais de forma pré-estabelecida. Ou seja, você deve estudar qual a quantidade ideal de ração segundo o tamanho, raça e idade do cão. Dessa forma, além de garantir a saúde e nutrição dos pets, você também vai evitar exageros que geram prejuízo.

Ademais, você deve fixar horários para oferta da ração, o que faz com que o animal aprenda a ter uma rotina de alimentação e não acabe comendo excessivamente. Quinze minutos costuma ser tempo suficiente para o cão se alimentar bem. Após esse período, recolha a ração para evitar o aparecimento de pragas e roedores.

O controle de estoque de ração é fundamental para reduzir gastos e garantir a qualidade do alimento que será oferecido aos animais. Siga nossas dicas para ter mais economia e cachorros bem nutridos, felizes e saudáveis!

Se você gostou do nosso post, assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro dos melhores conteúdos para canis. Até a próxima!

ContatoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-