Como fazer uma gestão de estoque de um canil?

gestão de estoque de um canil
4 minutos para ler

É bastante comum que a administração do canil seja deixada de lado, pois, na maioria das vezes, o criador de cães é um apaixonado pela atividade e não um administrador nato. Contudo, é essencial fazer uma boa gestão de estoque do canil para manter o funcionamento das tarefas e evitar a baixa produtividade da criação.

A criação de cães é uma atividade bastante onerosa, pois as ninhadas exigem cuidados específicos, constantes e com recursos de qualidade. Caso o dono do canil não acompanhe de perto os materiais estocados, ele corre o risco de ter prejuízos pela necessidade de reposição de emergência.

Mas, então, como fazer uma boa gestão de estoque de um canil? Continue a leitura e veja algumas dicas!

Motivos para se fazer a gestão de estoque de um canil

O controle do estoque de qualquer empresa tem o objetivo de indicar a quantidade disponível de cada produto dentro do estabelecimento, bem como informar o valor em dinheiro das mercadorias (essencial para o controle financeiro). O controle de estoque é uma tarefa básica e extremamente importante, mas muitos canis não o fazem de maneira eficaz e acabam apresentando furos de estoque.

A falta de monitoramento traz inúmeras consequências para o canil, como o erro em calcular se o consumo de recursos está de acordo com as necessidades da atividade, a possibilidade de vazamentos, o impacto negativo nas ninhadas e, consequentemente, nas vendas. Veja, a seguir, algumas dicas para evitar prejuízos.

Dicas para realizar a gestão de estoque de um canil

Faça um planejamento

Estabelecer um planejamento é crucial para os negócios. Desde o início, se habitue a controlar os investimentos, a entrada e saída de materiais, produtos, ração e medicamentos e acompanhe de perto o estoque disso tudo.

Cabe ressaltar que planejar a instalação do canil (escolha do piso ideal, do material dos boxes etc.) ajuda bastante no controle futuro de recursos, pois não haverá perda de tempo nem desperdício de materiais na hora da limpeza, por exemplo, nem haverá necessidade de trocar depois.

Mas tenha sempre em mente que a manutenção do canil exigirá esforços e, para que a sua atenção seja mais voltada aos cães, é fundamental mapear estratégias. Com isso, é mais fácil identificar gargalos e modificar atitudes.

Calcule o consumo de ração

Fazer o cálculo do consumo de ração é uma das coisas mais importantes na gestão de estoque de um canil. Independentemente do tamanho do seu plantel, os custos com alimentação chegam a 70% em qualquer atividade de criação animal. Por isso, monitorar a duração do estoque é imprescindível para evitar desperdícios.

Dessa forma, controle as datas de vencimento e faça prognósticos de consumo pelos cães. A quantidade de ração deve ser ideal. Não deixe que o estoque seja grande demais (correndo risco de a ração ficar velha), nem deixe que seja muito pequeno (gerando custos maiores para comprar quantidades em cima da hora).

Mantenha os remédios seguros

Manter os medicamentos, vacinas, produtos antiparasitas e vermífugos sob controle é tarefa de altíssima prioridade no canil. Caso não sejam bem armazenados e não tenham a data de validade monitorada, podem gerar problemas e comprometer a criação inteira.

Tenha o controle de seus materiais

Desenvolva o hábito de registrar a entrada e saída de absolutamente todos os materiais que você adquire para o canil. Com essas informações, se torna possível calcular o giro das mercadorias de maneira organizada. Isso é extremamente útil para efetuar compras futuras e melhora o rendimento do capital. Além disso, esse registro demonstra com segurança se os recursos estão sendo adequadamente utilizados.

Implemente o Inventário Rotativo

Nesse sistema, alguns itens do estoque são escolhidos (de forma randômica ou semirrandômica) para serem contados. Dessa forma, periodicamente, em uma frequência pré-estipulada (diária, semanal ou mensal), uma parte da mercadoria passa por recontagem.

Essa prática gera mais precisão no controle do estoque e identifica com rapidez os erros, que são corrigidos à medida que forem encontrados.

Como você pôde perceber, fazer a gestão do estoque de um canil não é tarefa complicada, mas exige disciplina e dedicação. Ter o estoque monitorado evita custos adicionais, desperdícios, quedas na qualidade da criação e elimina, também, riscos com multas.

Nosso artigo foi útil e esclarecedor para você? Siga nosso perfil no Facebook e no Instagram para acompanhar de perto as nossas atualizações!

ContatoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-