Entenda aqui quais são os objetivos e importância da cinofilia

4 minutos para ler

O sentimento que as pessoas têm pelos cachorros não é brincadeira! Tanto que existe uma palavra para definir essa paixão, bem como uma área do conhecimento que se destina a estudar esses magníficos animais: a cinofilia.

Mas você sabe exatamente o que é o estudo dos cães, quais os objetivos de quem os investiga e a importância dessa atividade? Continue a leitura, porque hoje o assunto é cinofilia!

O que é cinofilia?

A palavra cinofilia tem suas raízes na língua grega (“cino” = cão; “philia” = amizade, amor) e seu conceito é amplo, apresentando duas interpretações. A primeira diz respeito ao amor e à admiração que as pessoas têm pelos cachorros.

E a segunda define a ciência que estuda e se dedica à criação, ao desenvolvimento e ao aperfeiçoamento das raças de cães. Esses estudos tratam de diversos assuntos relativos ao universo canino, tais como saúde, características físicas, psicológica e comportamental — sempre voltados a uma raça específica.

O que é um cinólogo?

Os amantes de cachorros podem ser chamados de cinófilos, mas cinólogo é o indivíduo que se dedica aos estudos da área e trabalha no aperfeiçoamento das raças de cães existentes. Ele investiga suas árvores filogenéticas — as relações evolutivas entre as espécies (ou variedades) que possam apresentar um ancestral comum — e estabelece padrões físicos e estéticos para cada raça.

Além disso, os cinólogos fazem parte de associações que produzem diversos materiais sobre os cães, como artigos, livros e revistas, bem como oferecem informações e indicam acessórios para preparar o cão para exposições. Muitos adestradores e juízes de exposições, aliás, são cinólogos e, geralmente, criadores de cães também.

Quais são os objetivos da cinofilia?

Como dissemos, a cinofilia é o estudo científico de todos os assuntos que abrangem os cães. Assim, os objetivos da cinofilia são:

  • investigar a origem das raças;
  • estudar a formação e o desenvolvimento das características morfológicas;
  • entender o desenvolvimento das características mentais e comportamentais;
  • buscar por melhorias genéticas;
  • prezar pela saúde e pelo bem-estar dos cães;
  • definir os padrões físicos e estéticos adequados às raças;
  • assegurar condições de vida apropriadas e satisfatórias aos cães;
  • estimular a posse responsável;
  • aprimorar as raças caninas como um todo.

Qual a importância da cinofilia?

Como você pôde perceber, a cinofilia tem inúmeros encargos e missões e é essencial manter constante a busca por mais conhecimento sobre as raças de cães. Somente com conhecimento aprofundado é que se podem promover melhores condições de saúde para os animais, além de encontrar padrões de excelência canina.

Uma sociedade que conhece a origem e a história dos seus animais é culturalmente mais rica e incentivadora da preservação da sua diversidade. Nessa esfera, as associações cinófilas são os órgãos responsáveis por conceder aos criadores de cães o Registro Inicial e o Pedigree — certificados de suma importância para os canis — e garantir que suas ações sejam realizadas com base em princípios éticos e humanitários.

As sociedades cinófilas são, também, encarregados por orientar os cinólogos e criadores em seus estudos e suas atividades, promovendo uma ampla rede de contatos e informações para que tenham acesso aos meios mais adequados de aprimoramento das raças.

São inúmeros os objetivos e é enorme a importância da cinofilia. Para quem cria e é apaixonado por cachorros, os conhecimentos dessa ciência são extremamente valiosos.

E você? Gostaria de ter mais informações sobre como desenvolver melhor a sua raça de cão, ou o que é preciso para fazer parte desse universo? Entre em contato conosco para que possamos orientá-lo. Esperamos por você!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-