Registro de ninhada: o que é e como funciona?

4 minutos para ler

Você é tutor de uma cadela de raça pura que acabou de dar à luz uma linda ninhada, também de raça pura? Seus filhotes não precisam ficar na clandestinidade e, se você deseja vendê-los, você deve fazer o registro de ninhada. Agora, você pode estar se perguntando: qual é a diferença entre registro de ninhada e pedigree?

Apesar dos nomes diferentes, na verdade, não há diferença entre os documentos. O registro de ninhada nada mais é que vários pedigrees, ou seja, o conjunto dos pedigrees de cada filhote. Neste artigo explicamos tudo com mais detalhes para você entender a importância dos documentos e o que é necessário para solicitá-los. Confira!

O que é pedigree?

O pedigree é um documento que certifica a genealogia do cão. Portanto, para que um cachorro tenha o pedigree, é necessário saber as informações sobre a árvore genealógica dele, até a sua terceira geração (pais, avós e bisavós).

Significa o seguinte: se você tem um cão com o Certificado de Raça Pura ou o RI, os netos desse cão poderão ter o pedigree (desde que ele tenha cruzado com outro cão também com pedigree e que eles não sejam irmãos diretos). Isso porque você já terá todas as informações sobre a genealogia deles.

O pedigree é importante justamente por isso. Apenas criadores sérios o conseguem, visto que o documento reconhece o seu árduo trabalho e garante que não sejam feitos cruzamentos indiscriminadamente.

Como solicitar o registro de ninhada?

Vamos supor que você tenha uma ninhada de cães de raça pura e queira fazer o seu registro. Não basta somente levar seus cãezinhos à sociedade e solicitar os documentos. Antes, você precisa ter em mente que, para solicitar o pedigree, é preciso ter os pedigrees dos pais da ninhada.

Ok, você já tem os certificados em mãos, mas o que mais é necessário? Para demonstrar a sua seriedade e idoneidade, você deve primeiramente se filiar a uma sociedade cinófila, ou seja, abrir um canil. Isso porque a cadela deve ser devidamente registrada em seu nome. Dessa forma, você precisa:

  • ter os pedigrees dos pais;
  • ter a assinatura dos envolvidos na reprodução;
  • registrar a cadela em seu nome;
  • apresentar a proposta de sócio (para se tornar membro da sociedade);
  • abrir o canil (escolha um nome e pague a anuidade);
  • apresentar o mapa da ninhada (número de filhotes, nomes e características).

Tendo os documentos prontos, os formulários preenchidos e as tarifas de serviço pagas, tudo o que você precisará fazer é esperar um tempo para ter a sua ninhada registrada.

O registro de ninhada é de suma importância, pois ele assegura que você é um criador sério e que não fez (nem fará) cruzamentos de maneira descontrolada, que ferem os princípios básicos de humanidade e ética animal.

Como optar por uma certificadora?

É fundamental que você preze pela idoneidade, experiência e qualidade dos serviços prestados pela empresa. Busque se informar sobre a organização que você tem em mente.

A Sobraci é uma alternativa absolutamente confiável, que está em atividade há mais de 20 anos. Ela agiliza os processos de registro e abertura de canis para os criadores brasileiros — o pedigree sai em 48 horas — e ajuda a regulamentar a prática de criação de cães no Brasil, evitando a proliferação de criadores desonestos.

Como você pôde perceber, fazer o registro de ninhada é crucial para atestar a sua seriedade enquanto criador de cães. Ele certifica que você conduz um trabalho honesto, além de reconhecer os frutos desse seu trabalho: a supremacia da raça de cães que você cria.

Está precisando de auxílio para fazer o registro de seus cães? Entre em contato conosco para que possamos tirar todas as suas dúvidas! Estamos sempre prontos para atendê-lo.

ContatoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-