Vermífugo para cachorro: saiba por que, quando e como usar

4 minutos para ler

Muitas pessoas não dão a devida importância, mas dar vermífugo para cachorro é tão importante quanto manter em dia o calendário de vacinação. Isso porque os medicamentos atuam no tratamento e na prevenção de doenças causadas pelos vermes.

Apatia, desnutrição e falta de vigor são só alguns dos sintomas das verminoses. Eles agem lentamente no organismo dos animais, fazendo com que sua seriedade seja negligenciada. Contudo, combater a ação desses parasitas deve estar na lista de obrigatoriedades de todo dono de canil.

Mas quando administrar o vermífugo para cachorro? Qual a dosagem, a idade e a frequência para oferecer o remédio? Continue conosco e entenda!

Por que dar vermífugo para cachorro?

Verme é o termo genérico que se refere a invertebrados nematódeos (de corpo cilíndrico) e platelmintos (de corpo achatado). A maioria deles é de vida livre, porém, algumas espécies são parasitas que se alimentam do sangue ou do conteúdo intestinal do hospedeiro, causando uma série de problemas, muitas vezes irremediáveis.

Por estarem presentes em diversos habitat, a contaminação se dá pela ingestão de água não filtrada, alimentos contaminados, picadas de pulgas e mosquitos ou pelo contato com a terra e outros animais. Ou seja, nenhum cão está livre de ser infectado — o que reforça a necessidade de administrar a medicação.

Para combater o inimigo, é preciso conhecê-lo. Veja a seguir os principais vermes que atacam cachorros.

Lombriga

Assemelha-se a um macarrão fino e comprido e se aloja no intestino dos cachorros. Os adultos chegam a medir 40 cm e, dependendo do grau de infestação, podem ser vistos nas fezes do cão.

Tênia

Também conhecida como solitária, esse verme pode atingir incríveis 13 m de comprimento, mas normalmente são liberados nas fezes os seus cistos — que nada mais são que segmentos do seu corpo. Assemelham-se a grãos de arroz.

Ancilóstomo

Causador do conhecido amarelão, esse nematódeo também se aloja no intestino e, por causar erupções cutâneas, o cão infectado comumente apresenta sangue nas fezes.

Verme do coração

O Dirofilaria immitis é o chamado verme do coração, pois se aloja no órgão em uma região muito vascularizada próxima dos pulmões. A dirofilariose é uma doença grave e potencialmente fatal.

Quais os sintomas das verminoses?

Mesmo sendo doenças lentas e silenciosas, as verminoses costumam ter sintomas bastante claros. Por isso, seus cães podem estar contaminados se apresentarem qualquer um dos seguintes sinais:

  • diarreia (com ou sem a presença de sangue e vermes);
  • falta de vigor (pelo opaco, sem brilho);
  • perda de peso;
  • crescimento lento e tardio em filhotes;
  • vômitos;
  • barriga inchada;
  • apatia;
  • alteração no apetite;
  • irritações na pele;
  • hábito de esfregar o ânus no chão (tentativa de aliviar a coceira causada pelos vermes).

Quando administrar o vermífugo?

O vermífugo para cachorro pode ser ministrado desde filhote. O ideal é que seja um medicamento aplicado como preventivo e não apenas como tratamento.

Geralmente a primeira dose é oferecida a partir dos 15 dias de vida do cão e a segunda entre os 4 e 6 meses. Quando adultos, os cachorros devem receber de duas a três doses anuais.

Recomenda-se que as cadelas sejam vermifugadas antes da cobertura, durante a gestação e 10 dias antes do parto, para que os vermes não sejam transmitidos à ninhada.

Qual a dosagem de vermífugo para cães?

A quantidade de vermífugo depende do peso do cachorro e é fundamental saber disso para que não ocorra dosagem acima nem abaixo do necessário. Ambas as situações oferecem perigos à saúde dos cães. Siga sempre as orientações do fabricante e consulte um veterinário. Ele indicará o remédio ideal, bem como a dosagem para cada indivíduo. Os vermífugos são disponibilizados como líquidos ou pílulas e a dica é oferecer os palatáveis, que são melhor aceitos pelos cachorros.

Há diversas maneiras de manter os animais saudáveis e vigorosos. Além do banho, da escovação, dos exercícios e da boa alimentação, as vacinas e os vermífugos para cachorros fazem parte da rotina de um canil de qualidade.

Além da higiene, outros detalhes também são necessários para assegurar a idoneidade de um canil. Por isso, saiba agora o que é e como funciona o Registro de Ninhada!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-